Garotas Makers III – Parte 3

//Garotas Makers III – Parte 3

Garotas Makers III – Parte 3

Nesta temporada temos meninas de diversas áreas de conhecimento atuando no mundo Maker. Hoje falaremos de uma garota que realiza pesquisa na área de células-tronco e está no mundo da Astronomia.

Elaine Martins da Silva tem 28 anos, curitibana, formada em Ciência da Computação pela PUCPR, cursando pós-graduação (Latu sensu) na área de Banco de Dados; Ela atualmente trabalha com pesquisa de células-tronco no Núcleo de Tecnologia Celular da PUC-PR.

1

Figura 1 – Elaine Martins (Fonte: Arquivo pessoal Elaine Martins)

Ela conta que sempre se interessou pela área de exatas e por influência de seu tio conheceu a computação: “Meu tio trabalha com suporte e sempre fez alguns freelas de manutenção de computadores. Quando eu era mais nova, ia para a casa dele e ficava até a madrugada olhando ele fazer os diagnósticos e arrumando PCs. Com toda essa influência, acabei prestando vestibular para Ciência da Computação”. Apesar de não ingressar na UFPR, conseguiu bolsa Integral na PUC-PR, onde atualmente faz curso de especialização.

O mesmo tio que a influenciou na área de informática foi o mesmo a incentivar para a área de Astronomia, onde Elaine teve o primeiro contato com a plataforma Arduino e Raspberry Pi: “…um dos membros do clube de astronomia do qual faço parte sempre falou em motorizar os telescópios usando Arduíno, e nunca entendi muito bem o que era. Um dia, ele apareceu com uma plaquinha e uns motores e mostrou a ideia na prática. Achei aquilo sensacional e fui atrás para ver ideias de projetos e o que eu poderia fazer com aquela “plaquinha legal”. Alguns dias depois, outro colega astrônomo apareceu com um Raspberry e, conversando com ele, vi que essa seria uma área muito legal para “brincar””.

2

Figura 2 – Projeto de telescópio com Arduino pelo Clube de astronomia (Fonte: Arquivo pessoal Elaine Martins)

3

Figura 3 – Telescópio motorizado pelo clube de Astronomia Nevoeiro (Fonte: Arquivo pessoal Elaine Martins)

O clube, chamado Nevoeiro, teve a participação de Elaine em sua formação. Elaine deu várias dicas para o projeto, mas não participou ativamente dos telescópios motorizados.

Pela formação de Elaine na área da Computação, ela teve facilidade no desenvolvimento de programas para as plataformas. Já na parte de Eletrônica, ela pedia ajuda pra seu irmão, que é técnico em mecatrônica, e ela não teve nenhum tipo de curso.

Elaine diz que sempre gostou de desafios e resolver problemas, e se trouxer algum benefício para as pessoas, melhor ainda. E em seu cotidiano lida com isto, em seu trabalho como pesquisadora.

Algo muito Maker que Elaine faz é abrir aparelhos com defeito para conserta-los ou para aproveitar peças para outros projetos. Os projetos realizado por Elaine são caseiros, como por exemplo a utilização do Raspberry Pi como servidor multimidia, central de arquivos, termômetro e central de impressão.

Ela possui alguns projetos em andamento, como a construção de um controle de acesso utilizando Raspberry pi, RFID, Display LCD entre outros componentes, para utilizar em seu trabalho: “A ideia é colocar em funcionamento no laboratório em que trabalho, para facilitar o controle de horário dos bolsistas que participam das atividades”.

4

Figura 4 – Protótipo do Controle de acesso feito por Elaine (Fonte: Arquivo pessoal Elaine Martins)

Outro projeto em fase de aquisição de materiais trata-se de uma estação meteorológica para locais de observação astronômica e monitoramento de clima. Elaine também deseja fazer um projeto para automação residencial, mas ainda está em fase de concepção de ideias.

Elaine deixa um recadinho: “Gosto muito da frase de Phil McGraw e acho que se encaixa muito bem na situação “Pare de se queixar do que não tem e comece a criar o que quer””. O mundo real espera por você e com certeza você já deve ter tido ideias para sua casa ou trabalho, assim como Elaine. Ser Maker é ir além de um curso técnico ou superior. É por a mão na massa, é descobrir coisas novas e buscar ajuda quando não se conhece um determinado assunto. Por que não começar agora?

5

Figura 5 – Elaine e seu companheiro de projetos Raspberry Pi (Fonte: Arquivo pessoal Elaine Martins)

A história de Elaine te inspirou? Quem sabe automatizar um processo simples em sua casa? Ou fazer algo em um clube de ‘nerds’? Ou melhorar seu ambiente de trabalho? Então faça como ela, busque conhecimento e se proponha a aprender, com certeza fará coisas muito legais!

E outras histórias estão vindo por aí! Aguardem!

By | 2017-01-27T23:08:01+00:00 junho 23rd, 2016|Artigos|0 Comments

About the Author:

Mestranda em Automação e Controle de Processos, Engenheira de Controle e Automação, Técnica em Automação Industrial, ambos pelo IFSP. Atualmente trabalha como Montadora na Tudela Indústria. Pesquisadora no LABORE (Laboratório de Robótica e Reabilitação do IFSP). Hobbista e Maker, se interessou por Arduino desde 2013, e realizou projetos na área de Wearables voltados para entretenimento. Já realizou palestras e mini cursos em eventos de IoT, Arduino e Tecnologia, no RJ, PE, SP, DF, RS, CE, SC e GO. Articulista do Portal Embarcados, redige artigos sobre Arduino e mulheres na tecnologia. Fã de Angry Birds :D

Compartilhe com um amigo